Comunicado de companheirxs e amigxs de Rodrigo Lanza, ex-preso da montagem 4-F, detido acusado de matar um nazi em Zaragoza

Comunicado pela liberdade de Rodrigo Lanza

De diferentes companheirxs e amigxs de Rodrigo Lanza, unidxs pelas ideias antifascistas,  queremos fazer um comunicado público sobre os recentes acontecimentos que levaram nosso companheiro para a prisão.

Depois de dias de bombardeio midiático, com informações falsas e não contrastadas, com o interesse intencional de conseguir uma sentença pública antes da declaração das partes, hoje finalmente conhecemos a versão de Rodrigo e outrxs testemunhas.

A primeira “verdade oficial” construiu uma versão que pouco se encaixa aos fatos que ocorreram na noite de quinta-feira, colocando Victor Laínez como uma vítima passiva do ódio à bandeira espanhola, e Rodrigo Lanza como um agressor armado, agindo com premeditação, pelas costas e em grupo.

Naquela noite, nosso companheiro defendeu sua vida contra uma agressão fascista com arma “branca”, se defendeu com seu corpo, não utilizando nenhuma barra de ferro ou o selim de bici.

Victor Laínez é um membro da extrema direita de Aragão, relacionado tanto com conhecidxs neonazis como com a Falanje Española de las Jons, que o reconhecem como membro de sua organização e afirmam publicamente: “Que todos saibam, que se a Falange Vasconavarra tiver que escolher entre os heroicos exemplos de Victor Lainez e Josué Estébanez, vamos optar sem dúvida alguma pelo de Josué. Antes prisão que o cemitério.” Lembremos que Josué Estébanez de la Hija é um militar e neonazi que há dez anos assassinou o jovem antifascista de 16 anos Carlos Palomino, apunhalando-o no peito.

Temos evidências de sua participação em atos violentos no passado, (como no ataque realizado junto com neonazis ao bar “Barrio Latino” há mais de 20 anos) e de toda uma trajetória no movimento Falangista. Victor Laínez não era um “patriota pacífico”, um cidadão comum que amava seu país; era um fascista com atitude ativa e abertamente racista.

Na noite dos fatos, depois de insultar Rodrigo (sul-americano e de estética punk) chamando-o de “sudaka de merda, vai pra seu país”, seguiu Rodrigo, e quando este saia do bar, Victor Laínez puxou uma faca e tentou esfaqueá-lo repetidas vezes. Desta vez, pelas costas, e felizmente Rodrigo, avisado por uma das testemunhas, se esquivou e conseguiu repelir o ataque, golpeando Victor Laínez e abandonando o local.

Graças a este legítimo exercício de autodefesa Rodrigo ainda está vivo, do qual nos alegramos, já que em outras ocasiões não podemos dizer o mesmo.

Vemos a necessidade de lembrar a quantidade de assassinatos políticos realizados por membros de extrema direita no estado espanhol nos últimos 30 anos, bem como o aumento atual das agressões nacionalistas. Existe um conflito entre o fascismo e aquelxs que lutam contra ele, que não é nada novo neste estado ou fora dele. O crescimento da extrema direita é uma realidade muito palpável em todo o mundo.

O clima político atual que vivemos no estado espanhol não poderia ser mais desfavorável, devido ao conflito nacionalista pela autodeterminação da Catalunha. Este caso foi evidentemente usado para interesses partidários e eleitorais com a cumplicidade da imprensa, exaltando o orgulho nacional e apontando como inimigo social o movimento okupa e para as pessoas migrantes em geral.

Por outro lado, é evidente que existe uma clara intenção de aproveitar o que ocorreu politicamente para voltar a pôr em dúvida a versão da montagem policial do 4F, pelo qual Rodrigo cumpriu 5 anos de prisão.

Gostaríamos de agradecer as mostras de apoio e solidariedade recebidas e reiterar que a luta por uma sociedade mais justa continua.

Liberdade para Rodrigo Lanza!

Companheirxs e amigxs de Rodrigo Lanza

**********

Solidariedade com Rodrigo Lanza!
Seja ele responsável ou não pelos fatos que o acusam.
Porque a violência contra o fascismo é SEMPRE justificada.

https://vozcomoarma.noblogs.org/files/2017/12/DQ6psw8W0AABb9p.jpg

Hoy ya me he enterado, hay un nazi muerto, soy un punk contento, punk contento.

This entry was posted in General and tagged . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *